Cinecartaz

Rui Franco

Desastre

Ao fim de vinte minutos, já desesperava pelo fim. Um filme que podia ser interessante se não fosse pesadão e não sofresse desse mal das co-produções: mas que raio estavam ali a fazer as personagens espanholas?! (resposta: estavam a justificar o financiamento porque, ao contrário do que acontece connosco, aqui ao lado, cooperação significa aparecer em destaque).

Publicada a 07-06-2011 por Rui Franco