Cinecartaz

CrisRodrigues

Temos Papa, Temos Moretti

Sendo fã de cinema italiano, Moretti não é por sinal um dos meus favoritos, mas neste filme, que sem dúvida aborda muito do mesmo em relação ao que são os argumentos de Moretti, a mim surpreendeu-me. A fé será sem dúvida um sentimento, um estado de alma, que como todos os outros, terá momentos em que enfraquece, em que se questiona. Focado no ser humano, no homem e nos desígnios que a vida assume, sem que por vezes nos possamos dar conta que os anos passam e pesam, o argumento é autêntico por ser "o tipo" de homem que é a questionar a sua fé, talvez não a fé que tem em deus, mas a fé que tem em si mesmo para servir a deus e aqueles que partilham as mesmas crenças.
Gostei!

Publicada a 24-11-2011 por CrisRodrigues