Cinecartaz

João Castel-Branco

Para quem aprecia histórias emocionais.

Para quem quer saber como é que eram as corridas antes da crise do petóleo, é um pseudo documentário, onde um roubo não é um roubo, e um semi-filme, onde não se explora a emoção dos actores.

Por outro lado demosntra também a diferença da produção de arte para um Ferrari, e a diferença de automóveis de produção em série, onde se desespera o valor do trabalho para o produto vir para o comércio. Se não houvesse arte nos automóveis de produção, jamais iriam vencer qualquer corrida..

2 estrelas.

Publicada a 06-12-2019 por João Castel-Branco