Cinecartaz

Ramiro E. Ferreira

Blanc, Benoit Blanc

Fui surpreendido pela positiva, num filme que parece saído de um romance de Agatha Christie, com um enredo policial sobre o presumível assassínio do patriarca de uma família em que todos têm alguma coisa que os torna suspeitos.
Com bom ritmo, pautado por momentos de humor e com um elenco de luxo, a história prende-nos ao ecrã, até ao final inesperado, como deve ser num bom mistério.

Publicada a 02-12-2019 por Ramiro E. Ferreira