Cinecartaz

José Miguel Costa

3 estrelas

Louis Garrel, actor de culto do cinema de autor francês, dá, pela segunda vez, um “pézinho” ao nível da realização em “Um Homem Fiel” (ao qual também empresta o seu contributo como argumentista e protagonista).

Com um toque indelével da (ida) nouvelle vague (ou não fosse filho de um dos nomes maiores desta corrente cinematográfica, Philippe Garrel), um inteligente humor subtil e melodrama em dose q.b., dá-nos conta de um triângulo amoroso algo atípico/doentio (sob a perspetiva dos vários intervenientes).
No entanto, este drama romântico não é um filme memorável (este filho de peixe apenas sabe boiar – por enquanto!), mas não deixa de ser de agradável visionamento (embora seja esquecido quase no imediato).

Publicada a 17-12-2019 por José Miguel Costa