Cinecartaz

Pub

Aniki Bóbó + Douro, Faina Fluvial

Título original:
Aniki Bóbó
De:
Manoel de Oliveira
Com:
Feliciano David, Fernanda Matos, Nascimento Fernandes
Género:
Comédia
Classificação:
M/12
Outros dados:
POR, 1942, Preto e Branco, 68 min.

Em 1942, Manoel de Oliveira realizou "Aniki-Bóbó" afirmando-se como um dos mais importantes cineastas portugueses. Vinte anos depois, contrariando tudo o que de mal se tinha dito na altura da estreia, o filme fez sensação em Cannes, nos Encontros Internacionais do Filme para a Juventude. Hoje, este filme é apontado como uma obra memorável de Manoel de Oliveira mesmo por muitos daqueles que não gostam, não compreendem e não aceitam a maioria dos seus filmes. É uma história sobre as crianças pobres do Porto que brincam nas ruas aos "polícias e ladrões". Um deles rouba uma boneca para dar à rapariga dos seus sonhos. Entre o realismo mágico e o lirismo documental, "Aniki-Bóbó" afirma-se como uma obra pioneira do neo-realismo.
Hoje, quase seis décadas após a sua estreia, a ZON Lusomundo traz de volta ao grande ecrã a mais icónica obra de Manoel de Oliveira, em cópia restaurada em alta definição (formato 2K).

PÚBLICO

PUB

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 506 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores